Calendário do Programa de Aceleração do Desenvolvimento de Lideranças Femininas Negras: Marielle Franco

Investir na promoção da equidade racial, por meio de aportes financeiros em iniciativas direcionadas exclusivamente para a população negra é a missão do Fundo Baobá e dialoga de forma direta com todos os esforços que se somam à luta contra o racismo e pela eliminação da discriminação racial.

Hoje, 21 de março, data em que se celebra o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial, o Fundo Baobá divulga o calendário 2019 do Programa de Aceleração do Desenvolvimento de Lideranças Femininas Negras: Marielle Franco e informa sobre os recursos já disponíveis. O lançamento dos editais, as rodas de diálogo para divulgação do Programa e os apoios  financeiro e técnico destinados às organizações e lideranças femininas negras, estão previstos para o segundo semestre.

O Instituto Ibirapitanga, Ford Foundation, Open Society Foundation doaram juntos U$ 3 milhões ao Programa. Desse recurso, US$ 2,7 milhões (quase R$ 10 milhões de reais) serão aplicados no apoio direto às organizações e lideranças.

Aproximadamente 120 mulheres negras terão o seu desenvolvimento acelerado, por meio da oferta das ferramentas necessárias e urgentes (bolsa, formação política, coaching, formação de rede) para que elas,que já são lideranças em diversos campos de atuação, possam acessar espaços de poder – simbólico e material; transformar o mundo a partir de suas experiências e mobilizar mais pessoas para a luta antirracista, por justiça e equidade social e racial. Cerca de 20 organizações da sociedade civil, grupos e coletivos liderados por mulheres negras também poderão ser apoiados.

A doação  do Instituto Ibirapitanga, Ford Foundation, Open Society Foundation para o Programa, fortaleceu o Fundo Baobá, que receberá um novo aporte da Kellogg Foundation, no valor de mais de R$ 12 milhões que serão investidos em atividades programáticas relacionadas ao Programa de Aceleração, outros projetos e que também serão utilizados para impulsionar o funcionamento do próprio Fundo.


Para saber mais:
O Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em memória ao Massacre de Shaperville, que ocorreu na mesma data, em 1960 na África do Sul.