Memórias Baobá

Sem dúvida é preciso olhar para o passado para seguir em frente. Foi exatamente o que fez o Fundo Baobá, em 2015, ao publicar o livro Memórias do Baobá: raízes e sementes na luta por equidade racial no Brasil, organizado por Amilcar Araujo Pereira, Julio Cesar Correia de Oliveira e Thayara Cristine Silva de Lima.

Com prefácio de Fernanda Felisberto, da Kitabu Editora, responsável pela publicação do obra, a publicação traz, por meio de entrevistas e depoimentos de ativistas e especialistas, como Ana Toni, Antônio Nascimento, Elias Sampaio, Helio Santos, Joe Stewart, Luiza Bairros, Maria do Socorro Guterres, Roseni Sena, Rui Mesquita e Sueli Carneiro, entre outros, distribuídos em três capítulos, os motivos e a articulação realizada para a criação de um “mecanismo” para promoção da equidade racial “algo que pudesse dar sustentabilidade a uma luta que é histórica na sociedade brasileira”, o Fundo Baobá. Além disso, o livro, Memórias Baobá: raízes e sementes na luta por equidade racial, faz uma profunda reflexão sobre filantropia e equidade racial no Brasil.

Boa leitura!

Memórias do Baobá: raízes e sementes na luta por equidade racial no Brasil (incluir imagem do livro)

Versão em português e versão em inglês

PUBLICAÇÕES

Livro – Memórias do Baobá: raízes e sementes na luta por equidade racial no Brasil (versão em português) – (versão em inglês)